Professores descobrem falhas em textos do robô ChatGPT, mas elogiam novidade

Ferramenta de inteligência artificial vem assombrando quem a testa pela rapidez e o nível de detalhes com que escreve diversos tipos de textos.
Por g1 – 07/01/2023 08h44.

Já ouviu falar no robô conversador chamado ChatGPT? Ele viralizou desde o fim de dezembro, quando foi aberto para qualquer pessoa testá-lo gratuitamente e, por consequência, aprimorá-lo.

g1 faz perguntas para o ChatGPT, que sabe (quase) tudo
Ao mesmo tempo em que vem colecionando elogios pela criação de rápida e detalhada de todo tipo de texto, além de responder a quase todas as perguntas, a ferramenta começa a receber reações negativas.

Na última quarta-feira (4), escolas públicas de Nova York passaram a vetar o ChatGPT nas redes locais.

Educadores entendem que será inevitável que os alunos recorram ao robô e é muito difícil detectar que um texto foi feito pela máquina. Não adianta “jogar no Google” porque os textos do ChatGPT não são tirados da internet.

Sê o primeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *